L-carnitina para que serve, Funciona, Como tomar, Efeitos, Preço…

L-carnitina – Para que Serve? Funciona para Emagrecer? Como Tomar? Efeitos? Preço e onde comprar?

L-carnitina entrou na cena de suplementação nos anos 1980 como um popular queimador de gordura. Então desapareceu quando os queimadores de gordura com base em estimulante ficaram em evidência. Atualmente, esse aminoácido está de volta e mais forte do que nunca.

Apenas agora, sabe-se que este suplemento bem pesquisado não só ajuda na queima da gordura, mas também tem o potencial para melhorar o desempenho e recuperação do exercício.

L Carnitina emagrece

O que É L-Carnitina?

Enquanto é muitas vezes categorizada como um aminoácido, L-carnitina não é tecnicamente um amino. É considerado um composto como vitamina e como aminoácido que está relacionado com as vitaminas B. Quando foi inicialmente estudada nos anos 1950, Ela foi referida como vitamina BT.

L-carnitina é formada no fígado e rins a partir de aminoácidos lisina e metionina. No entanto, é armazenada em outro lugar do corpo, principalmente no músculo, incluindo o coração, o cérebro ,e até no esperma.

Na dieta, principalmente vem da carne e outros produtos animais. É possível obter quantidade dos produtos vegetais como abacate e soja, mas como uma regra, a carne é a melhor fonte, e quanto mais vermelha, melhor.

Carnitina existe em 2 formas, D-carnitina e L-carnitina. A forma L é a encontrada na natureza e é biologicamente ativa. Nos rótulos, será vista listada como L-carnitina, L-carnitina L-tartarato, ou Propionil-L-carnitina. E são todas similares, e similarmente eficazes. A forma D, por outro lado, é biologicamente inativa e não é vendida como suplemento.

Acetil L-carnitina, também conhecida como acetilcarnitina é outra forma suplementar popular desse queimador de gordura. E pode ser encontrada em todo o sistema nervoso central, onde desempenha um papel na produção de energia, assim como produção do importante neurotransmissor acetilcolina.

O grupo acetil ligado com molécula de carnitina aumenta sua capacidade de passar pela barreira hematoencefálica e entrar no cérebro, onde atua como um poderoso antioxidante. Por esta razão, alguma pesquisa sugere que Ela pode oferecer ações protetoras contra processos de envelhecimento e neuro degeneração.

Ação da L-Carnitina

O papel mais crítico que Ela desempenha no corpo é em ajudar a transportar gordura, particularmente os ácidos graxos de cadeia longa, na mitocôndria das células. Uma vez ali, podem ser oxidados, usados como combustível, para gerar trifosfato de adenosina, ou ATP.

Esse aminoácido faz este trabalho celular quando a pessoa se exercita ou descansa, mas a pesquisa confirma que é especialmente eficaz durante o exercício intenso. Sem esse aminoácido com quantidade adequada, a maioria das gorduras alimentares não pode entrar na mitocôndria e ser queimada para combustível.

Mas para as pessoas com deficiência desse aminoácido, é uma condição médica séria, cujas implicações não param em ser incapaz de queimar gordura corporal. E pode levar à fraqueza muscular, crescimento atrofiado, e fígado alargado, e uma série de outros problemas.

Essa é uma razão explicando por Ela ser considerada nutriente “condicionalmente essencial”, o corpo o produz, mas se não produzir suficiente, a saúde pode ser seriamente impactada. Um estudo recente da Escócia concluiu que além do seu trabalho de transporte da gordura, esse aminoácido também melhora as ações de insulina sobre as células musculares.

O que isso significa é que esse aminoácido pode ajudar a manter os níveis de glicose no sangue baixos, mesmo depois de uma refeição rica em carboidrato, enquanto também ajudando na saciedade de glicogênio. Esta é uma razão explicando a defesa de ingerir L-carnitina com uma refeição pós-treino.

l-carnitina funciona

 

Quais São as Aplicações de Desempenho e Físico

O papel genuíno da L-carnitina como um suplemento de queima de gordura é bem estabelecido. Durante os períodos de crescimento, pode ajudar a limitar os ganhos de gordura e gerar massa “mais limpa”.

Se estiver cortando, pode ajudar a transportar a gordura que se tem nas próprias fornalhas celulares para ser queimado como energia. Uma das pesquisas mais interessantes recentes na suplementação de L-carnitina foca em como pode melhorar o desempenho atlético.

Em um estudo recente, os pesquisadores de University of Nottingham Medical School tiveram um grupo de atletas de consumo de 2 gramas de L-carnitina junto com 80 gramas de um carboidrato de alto índice de glicemia logo pela manhã, e 4 horas depois, durante 24 semanas. Outro grupo apenas tomou carboidratos.

Os pesquisadores descobriram que durante o ciclismo de baixa intensidade, os indivíduos tomando esse aminoácido queimaram 55% menos glicogênio muscular, enquanto aumentando a queima da gordura por 55%.

Durante o ciclismo de alta intensidade, os indivíduos tomando L-carnitina tiveram níveis menores de ácido lático e maiores níveis de fosfato de creatina, um dos blocos de construção primários de ATP.

Quando eles mediram a capacidade dos sujeitos de resistir à fadiga durante um teste de ciclismo, eles descobriram que os indivíduos tomando L-carnitina foram capazes de ir além de 25% mais.

Leia também: Lipo 6 Nutrex funciona para Emagrecer e Queimar gordura? Saiba tudo!

Isso foi provavelmente porque queimaram mais gordura, enquanto preservando o glicogênio muscular, além de ter níveis menores de ácido lático e níveis maiores de fosfato de creatina.

Os pesquisadores do Reino Unido também descobriram que apesar de ter um extra de 640 calorias de carboidratos de digestão rápida em sua dieta diária, os indivíduos tomando L-carnitina não ganharam gordura corporal adicional. O grupo ingerindo os carboidratos sem esse aminoácido, por outro lado, ganhou mais do que 2.26 kg de gordura corporal.

Os benefícios da L-carnitina não apenas resultam de sua capacidade de aumentar a queima da gordura e diminuir o uso de glicogênio, mas também da forma que pode melhorar o fluxo sanguíneo aos músculos.

O fluxo sanguíneo aumentado significa mais nutrientes e hormônios seguindo onde são necessários mais durante o exercício. Como isso funciona? Para uma pessoa, L-carnitina reduz o dano oxidativo no óxido nítrico do corpo. Mas isso também melhora a atividade de uma enzima chave envolvida na produção de óxido nítrico do corpo.

O resultado líquido é maior que níveis de sangue de óxido nítrico, que não apenas melhora a energia durante os treinos, mas também recuperação muscular após os treinos.

O que poderia ser melhor do que mais óxido nítrico? E sobre mais testosterona? Os pesquisadores de University of Connecticut descobriram que esse aminoácido aumenta a quantidade de receptores de testosterona, conhecidos como receptores andrógenos, dentro das células musculares.

Quanto mais destes receptores se tem nas células, mais testosterona pode se ligar a eles e estimular crescimento muscular e ganhos de força. Como um benefício final, a pesquisa mostra que a suplementação de L-carnitina facilita a ação do fator I de crescimento como insulina, um instigador crítico do crescimento muscular, por aumentar os níveis de uma de suas proteínas de ligação.

Há Efeitos Colaterais?

Há alguns efeitos colaterais negativos da suplementação de L-cartinina em doses razoáveis. Pode causar náusea, cólicas abdominais, vômito, e diarreia quando tomada em doses altas. Os efeitos colaterais raros podem incluir fraqueza muscular nos pacientes urêmicos, e convulsões nas pessoas com distúrbios convulsivos.

Um estudo recente postulou que a suplementação com esse aminoácido pode aumentar o risco de aterosclerose. No entanto, o plano do estudo recebeu bastante crítica da comunidade científica. Os especialistas médicos também apontaram vários estudos que realmente mostram uma redução no risco de doença cardiovascular com suplementação de L-carnitina.

Há outro efeito colateral não esperado que se pode vivenciar com suplementação de L-cartinina, mas não é um que se perceberia na academia. Um estudo dos pesquisadores italianos relatou que L-carnitina foi realmente mais eficaz do que a terapia de testosterona para tratar disfunção erétil masculina.

Isso poderia ser porque aumenta os níveis de óxido nítrico, ajudando a obter mais fluxo sanguíneo ali abaixo. Há também pesquisa sugerindo que a suplementação com L-carnitina melhora a fertilidade masculina por aumentar a mobilidade espermática.

Leia também: Dieta Low Carb o que é, emagrece mesmo, como fazer, receitas…

Como tomar L-Carnitina?

Simplesmente, a coisa mais importante que se tomar L-carnitina é o carboidrato. Alguns estudos iniciais não mostraram benefício de L-carnitina, porque falharam em aumentar adequadamente os níveis de L-carnitina muscular. Isso foi porque o suplemento não foi tomado no mesmo momento, quando a insulina estaria cravada e a absorção muscular seria adequada.

A pesquisa mais nova mostra que os níveis de insulina devem estar muito altos para quantidades adequadas desse aminoácido a adentrar as células musculares, onde desempenha a maior parte de seu trabalho. No lado oposto, tomar esse aminoácido melhora as ações da insulina nas células musculares, ajudando a fornecer mais glicose nas células musculares, bem como mais L-carnitina.

Enquanto tão pouco quanto 1 grama desse aminoácido pode ser eficaz, a melhor aposta é tomar de 2 a 3 gramas por dose para benefício máximo, junto com ao menos 30 a 40 gramas de carboidratos e 20 a 40 gramas de proteína, preferencialmente com uma refeição. Isso aplica se a pessoa tomar esse aminoácido, L-carnitina L-tartarato ou propionil-L-carnitina.

Esse aminoácido, no entanto, é mais facilmente absorvida pelos intestinos e células musculares, para não mencionar o cérebro, na ausência dos alimentos. Portanto, esta forma de L-carnitina pode ser agrupada com outros ingredientes que melhoram a queima da gordura, como cafeína e chá verde, e ingerido entre refeições.

Neste momento, parece que não há necessidade de fazer ciclo de L-carnitina. Tomada regularmente, deve continuar a ser eficaz a longo prazo. Um dos melhores momentos para tomar L-carnitina é pós-treino, mas é possível tomar com qualquer outra refeição rica em carboidrato, rica em proteína, durante todo o dia.

Se desejar agrupar L-carnitina com outros ingredientes de queima da gordura entre as refeições, considerar usar a forma acetil-L-carnitina. Uma estratégia a funcionar bem para perda de gordura e benefícios de desempenho é tomar de 2 a 3 doses desse aminoácido com outros ingredientes de queima da gordura sem alimento entre as refeições, e tomar 1 dose de L-carnitina ou L-carnitina L-tartarato com uma refeição pós-treino.

A mensagem é que quando tomada corretamente, L-carnitina pode impulsionar o treino e físico. Na academia, pode significar mais resistência e pulsadas maiores. No espelho, imaginar mais músculo e menos gordura.

Não ter medo da L-carnitina, ao aprender sobre ela e como a usar, e a mesma pode ser uma grande ferramenta para ter em vantagem. Em pesquisa feita online em setembro de 2017, o produto L-Carnitina, 500 mg, 120 cápsulas, Vitafor, apresentou preço de R$ 70.20 (Natue).

Sobre Rodrigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *