Cafeína realmente corta o efeito da Creatina
Cafeína corta o efeito da Creatina - Mito ou Verdade

Cafeína Corta os efeitos da Creatina? Veja opinião do Nutricionista

Creatina x Cafeína, vamos explorar um pouco da combinação desses dois suplementos.

Tomar Cafeína realmente Corta os efeitos da Creatina? Saiba a opinião do nutricionista.

A Cafeína (1,3,7 trimetilxantina) faz parte do grupo das xantinas (teofilina e teobromina), porém é a que mais atua sob nosso sistema nervoso central aumentando a liberação de epinefrina (pela glândula supra renal). Além do aumento da taxa metabólica basal (TMB), já foi demonstrado que o consumo moderado de cafeína ajuda a inibir a síntese de TNF-Alfa e leucotrienos reduzindo processos inflamatórios. É um dos estimulantes mais consumidos no mundo todo e seu uso é relativamente seguro, mas pessoas que sofrem de insônia, problemas renais ou pressão alta devem evitar consumir cafeína em altas quantidades. Seu uso a longo prazo pode colaborar para o emagrecimento e aumento de performance nos treinos.

Cafeína realmente corta o efeito da Creatina
Cafeína corta o efeito da Creatina – Mito ou Verdade

A Creatina é uma amina que participa diretamente do processo energético ATP-CP. É utilizada para aumentar a permeabilidade muscular ao carboidrato, a ressíntese de energia e proporcionar energia ”explosiva” para os treinos. Há muito tempo no mercado e cercada de estudos, a creatina é um dos melhores suplementos para ganho de massa muscular, pois auxilia no balanço positivo nitrogenado, evita o catabolismo muscular (pelo aumento de líquido intramuscular) além de diminuir o tempo de recuperação entre as sessões de treinamento.

Agora, será que a combinação dos dois suplementos é benéfica? É possível aumentar a massa muscular utilizando um termogênico como a cafeína?

A combinação da creatina com cafeína parece que nos dá o melhor dos dois mundos (Estimulante + Anticatabólico). No meio acadêmico não existe consenso sobre esta específica combinação. Estudos mais antigos argumentavam que a utilização da cafeína com creatina anularia os efeitos de ganho de massa muscular causados pela utilização de creatina. Embora interessante, o estudo foi realizado por um pequeno período de tempo. Porém, estudos mais recentes utilizando ”pré-treino’ à base de cafeína e outras substâncias adrenérgicas mostraram que a ingestão 30 minutos antes do treino aumenta a performance durante os treinos, no entanto não há como saber quem foi o responsável pelo aumento da performance. Acredita-se que foi a sinergia dos dois componentes em baixas doses.

Conclusão: A utilização dos dois suplementos não parece causar efeitos negativos um sobre o outro. O momento de uso e a dosagem são os principais fatores para atingir os objetivos (aumento de massa muscular e da taxa metabólica basal). Talvez indivíduos que fazem o período de carga com a creatina devam tirar a cafeína se o intuito for aumento da massa muscular.

Sempre procure um Nutricionista para confeccionar o seu plano dietoterápico!

Davor Pitrez – Nutricionista e Profissional de Ed. Física
Marcação de consultas no Rio de Janeiro: ➡ Davornutricao@gmail.com

Sobre Rodrigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *